1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer>

ROBERTO LEAL: Artista do Mês de Abril 2016 POPULARFM

Quinta, 31 Março 2016 13:55

popularfm_robertoleal06cd

ROBERTO LEAL

Artista do Mês de Abril 2016 POPULARFM

"Arrebenta a Festa"


No ano em que se comemoram 45 anos de carreira, Roberto Leal está de volta com um dos álbuns mais populares da sua vida.
Este é o novo cd “Arrebenta a Festa”, marcado pelo regresso às origens com a sonoridade da verdadeira música popular / tradicional portuguesa, que Roberto Leal tem defendido ao longo de todos esses anos.
Entre muitas surpresas, irão realizar-se vários concertos comemorativos do aniversário de carreira no mundo inteiro, junto das comunidades portuguesas, marcando também a volta do Roberto Leal às grandes salas de espetáculo.
A primeira surpresa neste álbum é a participação do amigo Quim Barreiros no single de estreia. É sem dúvida de “Arrebentar” qualquer “Festa”.

“ Após 45 anos de carreira, já cantei Portugal de todas as maneiras. Já cantei as saudades e a tristeza da partida de cada imigrante, cumprindo a mesma trajetória de cada português por este mundo.
Mas também já cantei as alegrias e as festas de um povo que insiste em ter esperança, de um povo que abre o seu coração e explode de alegria, bastando o estopim do toque de uma concertina, uma caneca de bom tinto, nos serões regados a recordações da Pátria e dos amigos distantes.
"Arrebenta a Festa" é o resumo de uma obra, de uma vida, é o desenrolar da história do Roberto Leal. Canto hoje, neste disco, a minha própria história... canções que saíram da minha própria alma, como Minha Gente, Bate o Pé, Trás os Montes, Casa de um Português, Canto da Terra, mas também canções que fizeram história em Portugal: Arrebita, Tiro Liro, Canção do Mar, O Pastor, Casa Portuguesa, Verde Vinho, Bailinho da Madeira, Cirigoça...
E, quando o trabalho ficou pronto, percebi que triste ou alegre, saudosa, grandiosa ou popular, essa é a música portuguesa: a que traz o coração à boca. Que chora, de olhos fechados e a mão no peito, a intensa agonia da dor do fado, mas que rodopia e salta de alegria, ao som rasgado e vibrante do seu folclore. Tudo explode. Tudo tem alma, tudo vem do fundo, vem de dentro. Não se fala por falar, não se canta sem sentir, não se baila sem se entregar de corpo e alma, num mergulho profundo em cada sentimento. Esta é a alma portuguesa. Isto é Arrebenta a Festa!"

Artista do Mês

Please update your Flash Player to view content.
Please update your Flash Player to view content.
Please update your Flash Player to view content.