1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer>

CINEMUERTE: 14 de Dezembro de 2014 - 22H

CINEMUERTECINEMUERTE

14 de Dezembro de 2014 - 22H

Catedral do Rock com Jorge Caldeira



Os cineMuerte são de Lisboa e foram formados em 2002, por Sophia Vieira e João Vaz, em escassos meses, assinam contrato para dois tributos: a The Cure ("Our Voices"/Equinoxe Records) e a The Misfits ("Portuguese Nightmare"/Raging Planet Records). O nome a banda tem origem num festival de cinema no Canadá: cineMuerte.

Em 2005, lançam o seu 1.º álbum "Born From Ashes", produzido por Armando Teixeira (Balla, Bullet, Da Weasel, Bizarra Locomotiva, Boris Ex-Machina, Ik Mux).

Em 2007, prestam homenagem num tributo nacional aos Mão Morta, "E Se Depois...", recriando "Chabala". No mesmo ano, os cineMuerte atuam no Coliseu dos Recreios, ao lado de HIM e My Chemical Romance, e participam em alguns festivais de verão, como Vilar de Mouros, Super Bock Super Rock, Festirock, Cellos Rock), e são convidados para duas festas de apresentação em Portugal do "Twilight DVD Release Party" e da "World Guitar Hero Tour".

Em 2008, editam pela Raging Planet o 2. álbum, "Aurora Core", que inclui o single "Air", e a canção "The Night of Everyday", com letra de Fernando Ribeiro (Moonspell). Neste álbum, participam músicos convidados como o baterista Pedro Cardoso (FEVER) e o guitarrista Ricardo Amorim (Moonspell). A mistura e masterização do disco teem a assinatura do lendário produtor Waldemar Sorychta (Lacuna Coil, The Gathering, Moonspell, Tiamat, Samael).

Em 2009, os guitarristas Tiago Menaia e Fred Gonçalves e o baterista Sérgio Lopo integram a formação dos cineMuerte, que gravam uma versão do clássico "Kids in America" (Kim Wilde) para a coletânea "Metropolis 79/89" (Carbono Records, Raging Planet & Metropolis) de tributo aos anos 1980. Também em 2009, o álbum "Aurora Core" é distribuído no Reino Unido pela Ravenheart Music.

Em 2011, é editado o 3.º álbum, "Wild Grown", misturado e masterizado por Beau Burchell, aclamado músico e produtor californiano (Saosin). "Wild Grown" é distribuído mundialmente pela Sony Music Entertainment.

2012 marca a saída do guitarrista Tiago Menaia, reduzindo os cineMuerte a quarteto.

E 2014 marca o regresso dos cineMuerte o lançamento do primeiro de uma série de três EPs, dos quais "Dhist" é o primeiro. As capas dos três EPs são da autoria do fotógrafo sueco Tommy Ingberg (Prix De La Photographie Paris 2014).

O primeiro single, "Dog", estreou com a apresentação de um vídeo Black & White realizado por André Guiomar (premiado no NY Portuguese Film Festival 2012), inspirado no carácter introspectivo do mais recente trabalho dos Cinemuerte, ‘DHIST’.

Formação: Sophia Vieira, voz; João Vaz, baixo e samples; Sérgio Lopo, bateria; Fred Gonçalves, guitarra.

Discografia: "Born From Ashes" (CD, 2005); "Aurora Core" (CD, 2008); "Wild Grown" (CD, 2011); "Dhist" (CD-EP, 2014).

No Estúdio POPULARFM

Please update your Flash Player to view content.
Please update your Flash Player to view content.
Please update your Flash Player to view content.