1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer>

VITORINO VOADOR: 15 de Fevereiro de 2015 - 22H

VITORINO VOADORVITORINO VOADOR

15 de Fevereiro de 2015 - 22H

Catedral do Rock com Jorge Caldeira



"O Dia em que Todos Acreditaram" é o primeiro álbum de Vitorino Voador, projeto a solo de João Gil (membro dos Diabo na Cruz, You Can't Win Charlie Brown, entre outros projetos) e foi editado em janeiro de 2015, com o selo da Azáfama, sucedendo ao EP de estreia, "Vitorioso Voo", editado em finais de 2012 pela Optimus Discos (atual NOS Discos).

O disco foi produzido e gravado por João Gil e conta com participações de diversos convidados, entre eles David "Noiserv" Santos, António Vasconcelos Dias (Tape Junk, Hombres con Hambre) e José Joaquim de Castro. Foi misturado e masterizado por José Arantes na L-House, em Londres, Inglaterra. O artwork foi concebido por J.P. Mendes (Capitão Capitão) e baseado em elementos da obra fotográfica de Joshua Benoliel, nomeadamente imagens de Lisboa antiga cedidas pelo Arquivo Municipal da Câmara Municipal de Lisboa.

O primeiro single, "Venha Ele", trata-se de um tema que acompanha Vitorino Voador praticamente desde do início da sua existência. E faz uma ponte entre o primeiro capítulo da sua história ("Vitorioso Voo") e o segundo capítulo que se inaugura com o álbum "O Dia em que Todos Acreditaram". A escolha deste tema para apresentar o disco surgiu naturalmente, tal como surgiu o convite endereçado ao amigo David "Noiserv" Santos para participar e deixar a sua marca na canção. O videoclip foi produzido pela Phantone, Produção Audiovisual. Contou com a realização, direção de fotografia e montagem de David Barata e com um elenco composto por Pedro Massena e Pitch Kelly. Clémence Piétot foi primeira assistente e Agnieska Zarzeczna foi responsável pela maquilhagem e guarda roupa.

"Este disco é, entre muitas outras coisas, sobre promessas quebradas e outras cumpridas (...). No que toca à musica em si, o que posso dizer é que quis trabalhar tudo de forma diferente. Quis que os arranjos seguissem outro tipo de caminho, quis trazer mais gente para o disco e receber o que cada convidado tinha para dar às músicas. Não vou falar muito mais sobre o que é o disco, já que aquilo que ele é para mim poderá ser muito diferente daquilo que ele será para outros." (João Gil).

No Estúdio POPULARFM

Please update your Flash Player to view content.
Please update your Flash Player to view content.
Please update your Flash Player to view content.