1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer>

Rastreio à retinopatia diabética pode evitar cegueira

Quinta, 13 Outubro 2011 19:26

Rastreio à retinopatia diabética pode evitar cegueira

A diabetes é a principal causa de cegueira evitável na população entre os 20 e os 64 anos. As pessoas com diabetes têm 25 vezes mais risco de cegar. O rastreio sistemático à retinopatia diabética permite o diagnóstico precoce, evitando tratamentos mais difíceis e caros.

Um programa de rastreio da retinopatia diabética, um problema ocular frequente nas pessoas com diabetes, está em marcha na região de Lisboa e Vale do Tejo no âmbito do acordo entre a Associação Protectora dos Diabéticos de Portugal (APDP) e a Administração Regional de Saúde (ARS).

“Em 2011, foram rastreadas mais de 17 mil pessoas, o que corresponde a cerca de 60% dos diabéticos que foram chamados para fazer o rastreio. Até ao momento, chegamos à conclusão que 20% da população rastreada tem retinopatia diabética, correspondendo 2% a formas graves da doença. O programa de rastreio é muito importante, uma vez que com um diagnóstico precoce podemos encaminhar as pessoas para tratamento, evitando complicações mais graves como a cegueira. Outro motivo para a relevância do programa é a optimização dos recursos de saúde, sendo que apenas uma em cada cinco pessoas necessitou de consulta em oftalmologia após o rastreio”, refere João Raposo, director clínico da APDP. 

De acordo com o Observatório Nacional da Diabetes apresentado este ano, cerca de um milhão de portugueses tem diabetes, o equivalente a 12,3% da população entre os 20 e os 79 anos. Destas, 400 mil pessoas não estão diagnosticadas.

“É urgente que estas pessoas sejam identificadas através de programas de diagnóstico precoce da diabetes para que possam depois ser incluídas nos programas de rastreio das complicações da doença. Se não forem tratadas a tempo, terão de ser submetidas mais tarde a tratamentos mais difíceis e caros, como cirurgias e laser. Os rastreios sistemáticos são fundamentais e aconselha-se que os diabéticos façam uma retinografia uma vez por ano”, reforça João Raposo.

Sobre a diabetes É uma doença crónica em larga expansão em todo o mundo. Segundo os números da Federação Internacional da Diabetes – IDF, existiam em 2007 cerca de 246 milhões de pessoas com Diabetes, prevendo a mesma fonte cerca de 438 milhões para 2030, um aumento global de 55%. A Diabetes é uma doença crónica que tem graves implicações a nível cardiovascular e é a principal causa de insuficiência renal, de amputações e de cegueira. Esta doença é já a quarta principal causa de morte na maior parte dos países desenvolvidos e, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a cada 10 segundos morre uma pessoa vítima da doença. Ainda segundo dados fornecidos pela Organização Mundial de Saúde, esta patologia pode conduzir a uma redução da esperança média de vida, pela primeira vez em 200 anos.

Please update your Flash Player to view content.
Please update your Flash Player to view content.
Please update your Flash Player to view content.