1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer>

Hospital de Santiago do Cacém quer externalizar urgência

Segunda, 02 Março 2015 00:00

A presidente da administração da Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano  admitiu externalizar a globalidade do serviço de Urgência do hospital, sediado em Santiago do Cacém, para resolver o problema da falta de médicos. De acordo com a presidente da administração do hospital alentejano, Maria Joaquina Matos, o "`outsourcing` global" daquele serviço do Hospital do Litoral Alentejano, à semelhança do que acontece em "grande parte" dos hospitais espanhóis, é uma das alternativas que têm vindo a ser discutidas no seio da entidade. No entanto, referiu a administradora, a proposta "não é consensual por várias razões, inclusive por interesses instalados". O hospital de Santiago do Cacém e os centros de saúde que também integram a Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano têm falta de 186 médicos. A administração admite a existência de problemas resultantes da escassez de clínicos.

ADN - AGÊNCIA DE NOTÍCIAS

www.adn-agenciadenoticias.com

Please update your Flash Player to view content.
Please update your Flash Player to view content.
Please update your Flash Player to view content.