1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer>

Enfermeiros do Hospital do Barreiro ameaçam demitir-se

Sexta, 17 Abril 2015 07:26

 

No Hospital do Barreiro, primeiro foi a ameaça de demissão dos médicos agora são os enfermeiros. Nas urgências, os chefes das equipas de enfermagem ameaçam demitir-se já na próxima segunda-feira, se avançarem as alterações nos horários de trabalho propostas pela Administração e se forem encerradas as 12 camas criadas na altura do pico da gripe. Segundo o Diário de Notícias , os enfermeiros exigem soluções à Administração do centro hospital. "Mantém-se o caos no serviço de urgência geral do Hospital do Barreiro, provocado pela sobrelotação, que diariamente ultrapassa os cem por cento, as macas chegam a ser mais do que 48 distribuídas pelos corredores, os doentes chegam a permanecer 25 dias internados nestas condições", referiu o Sindicato dos Enfermeiros Portugueses. De acordo com a administração do hospital, a alteração do horário "prende-se com o cumprimento de uma recomendação da Autoridade para as Condições de Trabalho".

ADN - AGÊNCIA DE NOTÍCIAS

www.adn-agenciadenoticias.com

Please update your Flash Player to view content.
Please update your Flash Player to view content.
Please update your Flash Player to view content.