1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer>

Fim do Eos deixa 200 pessoas sem trabalho em Palmela

Quinta, 30 Julho 2015 09:00

Nove anos e 230 mil unidades depois chega ao fim a produção do Volkswagen Eos.  A marca alemã já deixou de produzir o modelo que era feito em exclusivo na fábrica da Autoeuropa, em Palmela e, com ele, chegam também ao fim 200 postos de trabalho. A Webasto é a empresa mais afetada, já com um processo de despedimento coletivo em curso e estando prestes a encerrar. A empresa que produzia o teto de abrir e toda a capota para o modelo Eos, do qual dependia em exclusivo, tem já em curso o despedimento coletivo de quase uma centena de trabalhadores, na maioria efetivos, tal como já tinha sido anunciado em Abril. O fim da linha deste modelo implica ainda o despedimento de 100 trabalhadores temporários que podem voltar quando for anunciada a vinda de outro modelo. Além disto, a turbulência financeira do mercado chinês está a gerar preocupações. A Autoeuropa é a empresa portuguesa que mais exporta para a China e já está a ter quebras de vendas naquele mercado.

ADN - AGÊNCIA DE NOTÍCIAS

www.adn-agenciadenoticias.com

Please update your Flash Player to view content.
Please update your Flash Player to view content.
Please update your Flash Player to view content.