1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer>

Morte após choque em cadeia em Pinhal Novo investigada

Sexta, 04 Dezembro 2015 07:19

 

O Ministério da Administração Interna ordenou na quinta-feira que a Autoridade Nacional de Proteção Civil proceda à abertura de um inquérito para apurar as circunstâncias em que foi prestado o socorro no acidente de quarta-feira na autoestrada A12, entre Pinhal Novo e Montijo, que provocou um morto e 15 feridos. A decisão foi tomada após informações sobre a possível demora na assistência à única vítima mortal, que só terá sido encontrada pelas autoridades nos destroços mais de duas horas depois do acidente. Maria de Fátima Forreta, de 55 anos, foi a única vítima mortal do choque em cadeia que envolveu 15 veículos ligeiros de passageiros, um autocarro da TST e um motociclo a caminho da ponte Vasco da Gama, por causa de uma súbita parede de nevoeiro que reduziu a visibilidade a cinco metros. A mulher vivia em Setúbal e deslocava-se para a capital, onde trabalhava.

ADN - AGÊNCIA DE NOTÍCIAS

www.adn-agenciadenoticias.com

Please update your Flash Player to view content.
Please update your Flash Player to view content.
Please update your Flash Player to view content.