1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer>

Empresa de Alhos Vedros tem salários em atraso

Quinta, 28 Abril 2016 18:21

Os trabalhadores da Metalúrgica Central de Alhos Vedros têm salários em atraso desde Dezembro de 2015 e, segundo o Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras, Energia e Actividades do Ambiente , “de momento estão a sofrer com a chantagem” dado que existe a “intenção de despedimento de cerca de 50 por cento dos 130 trabalhadores da empresa”. A crise num dos principais empregadores da freguesia de Alhos Vedros está a preocupar o o executivo da Câmara da Moita que manifesta o apoio aos trabalhadores e à administração da empresa. O executivo presidido por Rui Garcia deixa fortes críticas às entidades bancárias credoras "perante as consequências da sua indisponibilidade para acordar com a empresa um plano de viabilização financeira". A autarquia pede às entidades públicas – Ministério da Economia e Gestão do Portugal 2020 – que "encontrarem linhas de apoio financeiro que contribuam para a viabilização da empresa de Alhos Vedros e assegurem os seus postos de trabalho".

ADN - Agência de Notícias

Please update your Flash Player to view content.
Please update your Flash Player to view content.
Please update your Flash Player to view content.