1. Skip to Menu
  2. Skip to Content
  3. Skip to Footer>

Câmara de Almada acusa comunistas de má gestão

Segunda, 19 Fevereiro 2018 14:08

Palacete foi alugado por 200 mil euros por ano envolto em mistério

O arrendamento de um imóvel pela Câmara de Almada, a particulares, por 200 mil euros por ano, está no centro de uma polémica entre o atual e o anterior executivos municipais. Inês de Medeiros, presidente da autarquia almadense, diz que a casa nunca foi usada pelo município e vai remeter o contrato ao Ministério Público para averiguar se há “gestão danosa”. O caso foi revelado pela autarca durante a última assembleia municipal. “Se quer absolutamente um sinal de má gestão, ou de gestão menos rigorosa, eu terei todo o gosto em fazer-lhe chegar um contrato de aluguer feito pelo anterior executivo, na ordem dos 200 mil euros ano, do edifício, uma casa particular, junto ao Koi Park, para não se sabe bem o quê”, disse a autarca eleita pelo PS para um deputado municipal da CDU. José Lourenço, da CDU, acusou a autarca de mentir, ao dizer que encontrou como herança do PCP uma série de contratos precários na Câmara. Uma auditoria geral às contas está a ser posta em marcha.

Ler mais...

ADN - Agência de Notícias

Please update your Flash Player to view content.
Please update your Flash Player to view content.
Please update your Flash Player to view content.